E eu (quase) me ferrei. De novo

(Este post foi escrito há algum tempo e ficou salvo nos rascunhos. Como se tratava de algo importante, resolvi corrigir apenas algumas datas e publicá-lo. Fiquem atentos!)

Bom, este é mais um desabafo do que um post propriamente dito.

Vocês já compraram algo e foram tão lesados, mas tão lesados (juridicamente, quero dizer) que no fim das contas não sabia se o que tinha acontecido era real ou não? É mais ou menos como entrar no Mc Donalds, pedir um trio qualquer e o atendente responder com um “Vá se ferrar e compre no Burger King”. Tenho certeza que vai demorar alguns minutos pra que você consiga distinguir a verdade da ficção.

Foi mais ou menos assim que eu me senti algum tempo atrás. Vou explicar para que me entendam melhor.

Há algum tempo, eu fiz uma compra no Mercado Livre, em um anúncio de um celular. O preço não era muito diferente dos valores reais do produto, o pessoal que qualificava sempre dizia que o atendimento era péssimo mas o produto chegava em boas condições. Como eu queria o produto, e não um bom atendimento, cliquei em comprar. Aí começava meu inferno.

A vendedora atendia por Gybueno, mas mudou o nome de usuário recentemente para Fast Phone, só para fins de “estética”, segundo ela mesma. Estética o caramba, ela queria era mesmo mudar o nome Gybueno porque já tava todo mundo cansado de tomar volta da dita cuja.

Fiz o pedido e paguei com meu cartão de crédito. Como vocês devem saber, eu não sou uma pessoa rica, não tenho dinheiro sobrando e por isso meu cartão de crédito sofre com as atribuições do destino. Quero dizer que o pagamento foi recusado com meu cartão de crédito.

O celular era um presente para uma pessoa, na época, então eu precisava dar um jeito de conseguir outro cartão para refazer o pagamento em tempo do celular chegar para presenteá-la (não era data nenhuma especial, era só um presente).

Depois de muito tentar e não conseguir realizar o pagamento, tive que apelar para o cartão de uma conhecida. Como o limite era maior, haveria possibilidade de pagar a compra e ainda assim ficar com uma reserva, caso precisasse.

Paguei a compra e aguardei o contato do vendedor.

Aguardei o contato do vendedor.

E aguardei, um pouco mais, o contato do vendedor.

Diante de tanto tempo sem dar notícias, entrei em contato via e-mail para saber o que poderia estar ocorrendo. A pessoa respondeu que “bla bla bla assim que o aparelho fosse postado eu receberia o código de rastreio”.

Aguardei 24 horas para um novo contato e nada. Assim que cheguei no trabalho eu entrei em contato de novo solicitando alguma informação, um prazo, ou qualquer coisa que me fizesse ficar quieto aguardando o celular chegar. A resposta veio em forma de NEGRITO e SUBLINHADO: “assim que o aparelho fosse postado eu receberia o código de rastreio

Assim, sem uma introdução, sem nada. Só repetindo uma parte que já havia dito anteriormente.

Assustado com tamanha grosseria (estou acostumado com amigos estúpidos, mas vendedores, nunca) eu resolvei deixá-los descansar um pouco. Na esperança de que em breve meu problema fosse resolvido.

Como fui inocente.

Não só não me responderam como também ignoraram completamente meus outros e-mails enviados solicitando qualquer informação.

Já preocupado com a situação, eu deixei passar o fim de semana para que o vendedor não se assustasse com minha insistência ou, ao menos, que a TPM dele fosse embora e ele fosse capaz de me atender com o mínimo de educação. Não foi o caso.

Na segunda feira, assim que cheguei no trabalho eu enviei um e-mail polido, tomando muito cuidado com as palavras, na esperança de que eu não fosse compreendido de forma errada. Para a minha surpresa, eu recebi uma resposta da vendedora, mas a resposta não veio tão polida quanto a minha pergunta. Sem titubear, ela respondeu: “Você demora pra pagar e agora quer o envio rápido?”.

Eu fiquei sem voz. Sério, nunca na minha vida tinha sido tão mal atendido por um vendedor assim. Nunca.

Já que o vendedor não tomava cuidados para manter a boa educação, eu resolvi partir para a única coisa que eu podia fazer. Reclamar e cancelar a compra.

Entrei no Mercado Livre e fiz o cancelamento (negativando o individuo) e abri uma reclamação pelo site contra o vendedor.

Na mesma hora o vendedor entrou em contato via e-mail, explicando que eu demorei pra pagar, e que era sacanagem ele ter que esperar tanto tempo pra receber e agora eu querer as coisas com urgência. Eu expliquei, calmamente, que meu problema não era o não envio de um produto já pago, era o péssimo atendimento e a falta de informação de um prazo para que eu pudesse aguardar meu produto com segurança.

Diante da reclamação e da negativação, o usuário por trás do atendimento percebeu a burrada e usou de chantagem dizendo que “se eu não mudasse a qualificação, ele não liberaria o dinheiro de volta. Prenderia até o último minuto para atrasar minha compra”.

Como expliquei, o celular era para um presente e quanto mais eu segurasse aquela compra ali, mais eu teria trabalho pra cancelar depois.

Entramos em um acordo e a qualificação foi modificada (para neutra) enquanto o dinheiro era liberado de volta para mim. Até aí tudo bem, eu já tinha dado esse problema por resolvido.

Uma conta de MSN (na época ainda se usava) com e-mail de fastphone1@hotmail.com me adicionou e me enviu um “oi”. Eu fiquei curioso e antes de qualquer coisa disse que “o problema já havia sido resolvido, que não precisaria de um segundo contato”.

A mulher do MSN, que se identificava como a tal Gy, explicou que queria saber o que estava acontecendo e diante de TODAS as reclamações que fiz ela disse desconhecer os tais problemas e que ela só trabalha na parte de vendas, que o atendimento era feito por outra pessoa.

Ignorei e segui minha vida. Aí que veio a melhor parte.

Entendam. O celular que comprei era no valor de R$ 999,00. Um PSP está em torno de R$ 600,00. Viram? Ok, agora continuando.

A tal Gy, do MSN, explicou que não queria problemas com nenhum cliente e que precisava zelar pelo nome que havia conquistado nestes “6 anos de vendas no Mercado Livre“.

Explicado isso, ela pediu para que fizessemos da seguinte forma: Eu depositaria o valor de R$ 650,00 em uma conta dela  e ela enviaria hoje mesmo o celular via Sedex.

Diante do absurdo, eu expliquei que não queria desconto, que não queria nada que pudesse me beneficiar, queria só o meu produto entregue, tendo em vista que já haviam debitado o valor da conta na próxima fatura.

Ela insistiu no desconto e me ofereceu mais. Como boa moça que é, me ofereceu um PSP de BRINDE se eu fizesse o depósito dos R$ 650,00 ainda hoje, até a hora do almoço.

Ou seja, eu compraria um celular de R$ 999,00 pelo preço de R$ 650,00 e ainda ganharia um PSP de brinde. Não é um amor, essa tal Gybueno?

Estava mais do que claro que aquilo era a mais pura picaretagem.

Quando ela falou do PSP eu percebi a burrada que ela estava me fazendo cometer. Claro que eu não faria o depósito, mas imagina uma outra pessoa menos capaz de distinguir as coisas o que não poderia fazer. Foi aí que resolvi fazer uma rápida busca no Google pelo nome Gybueno.

Caramba. Como alguém pode ser tão picareta todo esse tempo e ninguém conseguir fazer nada? Já vi relatos de nego que acha que ela tem alguém dentro do Mercado Livre auxiliando ela, já que mesmo sem liberar o pagamento, o pagamento é liberado pra ela e ela fica feliz com a sua grana no bolso, enquanto você amarga o seu prejuízo.

Aí eu percebi. Essa Gybueno faz da seguinte forma. Ela oferece algo no Mercado Livre. Você paga e ela vai te levando na conversa até o fim do prazo da liberação do pagamento e o Mercado Livre libera automaticamente o pagamento pra ela. Ou seja, o Mercado Livre dá respaldo pra esse tipo de atividade.

Mas convenhamos, se um vendedor te enrola por 2 semanas e você não cancela o pagamento, o problema está com você, não com o vendedor safado ou com o Mercado Livre (mais safado ainda).

Por isso, fica aqui o aviso. Não comprem NADA dessa Gybueno e fiquem atentos com descontos muito absurdos, e mais atentos ainda com prazos absurdos na entrega. Fiz algumas compras no mesmo dia e minutos depois os vendedores haviam entrado em contato para realizarmos os processos. Um deles, inclusive, eu recebi numa velocidade recorde para entregas por Correios.

Outro problema normalmente encontrado é a forma de contato com o Mercado Livre, por isso, eu fiz uma compilação de formulário de contato e de telefones espalhados pela internet. Alguns eu fiz o teste e outros eu deixei pra vocês tentarem aí, caso não dê retorno, nos avise por comentários:

Telefones – Todos com prefixo (11):

2842-5400
4153-1130
5508-2366
6842-5400
6842-5408
3040-4155
5093-2893
5533-0775
5103-0277
3040-4186
3040-4187
3849-4595
2842-5418

Se você tem alguma história pra contar sobre o Mercado Livre ou esta vendedora citada, deixe aí nos comentários para que os próximos visitantes possam ver.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s