Tag: O meu Blog

Lembra dos tempos de “blog raiz”? Quando todo mundo se comunicava, todo mundo era “próximo” e a vida era tão mais simples? Então, muita gente ainda curte este tipo de coisa.

Esse tipo de postagem, onde um cria e os outros “recriam” era muito comum naquela época. Infelizmente o VamosDeVan não exisita, naquela época. Só veio surgir muito tempo depois, quando eu decidi que isso ia mudar.

Hoje eu recebi a indicação da Mag, do blog Dicas da Mag e achei maneiríssimo. Primeiro porque fazia MUITO tempo que não via postagens desse tipo, sem contar que quando via, meu blog não era convidado para participar. Dessa vez, foi.

A parada é simples: Responder uma dúzia+2 de perguntas a respeito do blog.

1- Qual o nome do seu blog? E que assuntos ele aborda?

Vamos de Van. Aborda assuntos sobre minha vida, desde os mais pessoas até os mais engraçados (ou não).

2- Como escolheu o nome do blog?

Meu apelido já era Van, na época da criação do blog. Quando criei eu pensei em alguma coisa que tivesse relação com isso e coloquei “Vamos de Van: porque viagem rápida não cansa”, mas na maioria das vezes que meus amigos fazem piada com o “slogan” dele, eu nunca percebo e fico com cara de idiota.
3- Porque você criou o blog?

Eu sempre gostei de escrever e sempre achei a possibilidade de compartilhar pensamentos, idéias e sentimentos com as pessoas. Soou gay? É a vida! Quando criei, a intenção era compartilhar com os amigos e só, algumas outras pessoas chegaram até o blog e acabamos ficando próximos. No fim das contas, valeu mais a pena do que eu imaginava.
4- Onde você encontra inspiração para as postagens do blog?

No cotidiano, mesmo. Situações que aconteceram na minha vida, situações que estão acontecendo ou coisas que eu tenho curtido no momento. Tento escrever só quando realmente tenho alguma coisa pra dizer.
5- Qual o publico que mais acessa o seu blog, masculino ou feminino?

Hum…difícil dizer. Eu diria que masculino, mas o tipo de blog ao qual ele pertence (meio diário virtual) é mais acessado pelo público feminino (não estou sendo machista, sério!). As pessoas que chegaram até mim, a maioria eram mulheres. Em resumo: Eu não tenho a menor idéia!
6- Além do blog exerce outra atividade? Se sim, qual?

Sim. Tenho uma loja virtual de camisetas nerds/geeks, administro/crio lojas virtuais para dois clientes de roupas, trabalho como web designer, serviços gráficos e acho que só.
7- Em quais redes sociais você divulga o seu blog?

Facebook e Twitter.
8- Quando você começou o blog, enfrentou algum tipo de problema?

Um problema que eu enfrento até hoje é saber o que posso e o que não posso publicar. O blog não é famoso, nem nada, mas meus amigos acessam esse blog e tudo mais. Se eu escrever um post abordando algum assunto que eles saibam que eu estou passando, pode acabar parecendo indireta e ficar chato. Eu evito esse tipo de “indireta”. Se quero escrever sobre algo, eu escrevo, deixo passar a situação e depois publico, quando já estiver tudo bem.
9- Atualmente, qual a sua dificuldade em manter o blog?

Tempo e assunto. Como falei, eu penso bastante antes de postar algo aqui (embora nem sempre dê pra perceber minha relutância). Tempo eu até tenho, mas se não falasse isso todo mundo ia achar que eu não faço nada pra ninguém.
10- Você incentiva outros blogs que estão começando, escrevendo comentários positivos ou inscrevendo-se no blog?

Eu adoro blogs novos e adoro os que possuem formato de “diário”. Eu gosto muito. Até um tempo atrás eu não participava tanto, mas depois de uma reflexão que fiz eu comecei a participar, comentar, seguir, interagir e incentivar, de uma forma ou de outra.
11- Como você administra o seu tempo para poder dedicar-se ao blog?

Essa é fácil! Não tem muito mistério, como já falei. Eu sempre escrevo quando tenho um tempo livre. Se não puder ser publicado naquele momento eu deixo salvo, mas sempre que tenho um tempo livre eu escrevo alguma coisa.
12- Ser blogueira é uma profissão?

Sim, se isso lhe trouxer dinheiro e satisfação. EU não gosto de blogs que se baseiam só neste tipo de assunto, que traz publicidade e tal. Gosto mais dos blogs que intercalam uma coisa com a outra.
13- Como você lida com as criticas?

Bem, de certa forma. Mesmo quando são críticas à opinião (e não ao modo de escrita, por exemplo) eu tento entender o que foi que eu fiz praquela pessoa me odiar. Escrevi um post sobre as 5 melhores bandas gospel há um bom tempo e até hoje recebo comentários negativos nele. Na época que eu escrevi eu era ateu e usei todo o meu ácido criticar um comportamento ou outro dos crentes (e ainda discordo, até hoje). Acabou que a galera aparece até hoje para reclamar do que escrevi.
14- Qual a sua experiência mais agradável e a sua experiência mais desagradável em relação ao blog?

A mais agradável foi, sem dúvida, me aproximar de pessoas que eu sou fã. Não só esses amigos que se aproximaram de mim e hoje tenho um contato quase diário. Tenho leitores do blog que começaram a conversar comigo e hoje sabem mais sobre minha vida do que amigos mais chegados. Isso é bacana.

Uma outra sensação boa é saber que alguém que você curte há tempos lê o seu blog e gosta dos teus textos. É como você ser o Homem Aranha e descobrir que o Batman gosta das tuas fotos. Foi um péssimo exemplo, mas é o que temos pra hoje.

Quanto às experiências desagradáveis, eu acho que nunca as tive. E espero não ter.

Para terminar, queria enviar esta tag para milhares de pessoas, mas sempre acho que estarei incomodando, então, quem quiser pode escrever e me avisa que eu marco aqui.

Os únicos que eu OBRIGO a participar são a Mari, do EuSouMa e o Sérgio, do Zezo’s Mind.

Anúncios

3 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s