Por que você não atende o telefone?!?!?!?

Ontem era um dia comum para mim. O sol ardia como um pedaço do inferno, meu coração doía como outrora e a vida seguia, como se nada estivesse acontecendo.

Saí do QG da Big Boss e parti para casa, na esperança de jogar videogame, de fazer alguma outra coisa ou de simplesmente esperar a noite passar para voltar para o trabalho no dia seguinte.

Ao chegar em casa uma chuva MUITO forte caiu sobre minha cidade. Uma chuva tão forte e com ventos tão destruidores que tive a ligeira impressão de que vi uma vaca passando voando pela minha janela. Duas vezes.

Desliguei tudo que podia antes que a luz pudesse acabar e dar aquela belíssima tostada nos meus aparelhos eletrônicos, embora só os videogames importem para mim.

Fiquei mexendo no tablet enquanto via o tempo passar, quando de repente meu telefone fixo toca.

Aqui cabe algumas observações.

Primeiro. Ninguém tem o número desse telefone. Não porque somos famosos e não queremos ninguém nos ligando, mas porque ninguém nos liga. Nós não passamos o número para ninguém porque nem sabemos o número.

Segundo. Quando ligam para minha casa é só para pedirem roupas para a galera da LBV, ou simplesmente para procurar alguém que não mora naquela residência.

Atendi o telefone já pronto para dizer que não existia nenhum “Edson” naquela casa. Antes que eu pudesse falar qualquer coisa, um homem gritava do outro lado da linha:

– HELENA! P#@$% HELENA, PORQUE VOCÊ NÃO ATENDE A M#$%¨@ DA MINHA LIGAÇÃO.

Eu, com uma voz tranquila, apenas disse que não estava entendendo o que ele estava dizendo. Ele continuou:

– TÁ DE SACANAGEM COMIGO, HELENA? TO TE LIGANDO FAZ MEIA HORA. ATENDE ESSA MERDA

Fiquei confuso porque ele estava gritando muito, porque eu não era a Helena e porque ele estava mandando a Helena atender uma ligação, sendo que “ela” já estava numa ligação com ele. Qual o motivo de você reclamar com alguém que não está atendendo sua ligação quando ela atende sua ligação? Se ela não tivesse realmente atendendo sua ligação…ela não estaria falando com você.

Aí eu expliquei que não tinha nenhuma Helena ali e desliguei o telefone.

2 minutos depois o telefone toca.

– Helena. Eu tô te ligando há meia hora. Tá chovendo pra c@#$$$ aqui e tu não me atende. Fala alto porque não to ouvindo nada que você diz.

Eu ainda estava achando que era um trote, mas ainda assim preferi explicar:

-Senhor, não há nenhuma Helena aqui e eu não sou Helena. O senhor deve estar cometendo algum engano.

Aí ele GRITOU:

-P#$@$, Helena, eu não to ouvindo nada. Fala mais alto!!!

Aí eu gritei:

– NÃO TEM NENHUMA HELENA NESSA P#$%@ SEU FILHO DA P@#$!!!

E bati o telefone na cara dele.

Alguns outros minutos depois ele me ligou. Bem mais calmo, dessa vez.

-Ô amigo, me desculpa. Eu sou advogado, sou fulano de tal. Eu estava preocupado porque estava tentando falar com a minha esposa e ela não atendia. Como estava chovendo muito eu fiquei preocupado. Me desculpa, mesmo.

Eu disse que não tinha problema e desliguei.

Fiquei muito feliz por ainda existirem pessoas educadas no mundo, mas muito triste porque minha voz foi confundida diversas vezes com a voz de uma mulher.

Anúncios

4 comentários

  1. Por um momento eu achei que era uma história de terror, e o cara procurando a Helena era um espirito preso em uma tentativa de ligação eterna!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s