Cesta de café da manhã e a confusão da vizinhança

Caso você não saiba, a minha mãe é a pessoa que mais trabalhou em toda sua vida. Desde pequena ela luta para ter algo direito e para dar aos filhos, dela ou não, educação de qualidade e um teto para os benditos morarem. Não me lembro de uma só vez em que ela não estava trabalhando com algo.

Por ser o filho caçula e por estar sempre em casa minha mãe acabava contando mais comigo para ajudá-la a bolar qual seria o próximo negócio dela. E eu sempre fiz questão de ajudar como eu podia. O problema é que ela aceitava minha ajuda de forma integral e sem reclamar, o que nos levou ao problema deste texto.

Só para situar melhor vocês, nossa Familia sempre foi grande adepta de trocadilhos e piadas sem graça alguma. Quer dizer, nos almoços e reuniões que nossas famílias estiveram, nunca faltou uma boa dose de risadas e diversão para todos.

A versatilidade da minha mãe em abrir um negócio é tanta que nós a apelidamos de “corta rabo”. Neste caso não fará diferença nenhuma para você se eu não explicar.

Onde morávamos havia uma mulher que era dona de um aviário. Além de frango e de sangue empacotado para você fazer seus rituais satânicos a mulher vendia ração de gato, de cachorro, alpiste, alguidar, jornal, cartolina, lápis de cor, cimento, copo descartável e , além de tudo isso, ainda ostentava na parede, com orgulho, uma placa escrita: “corta-se rabo de cachorro”.

Pelo fator “faz tudo” da dita cuja, apelidamos ela de “corta rabo”. Então sempre que minha mãe começa a desviar o rumo original do seu atual empreendimento nós nos referimos a ela como “corta rabo”.

Em uma de suas grandes tentativas de ficar rica, minha mãe resolveu investir pesado em cestas de café da manhã. Como eu estava sempre próximo dela acabei sugerindo um nome que chamaria atenção para o negócio de cestas dela. Ela aceitou na hora e mandou fazer uma enorme faixa para frente de nossa casa. Não havia uma só pessoa que não passava e não encarava nossa faixa por minutos.

Certa vez, atravessamos a rua para levar uma das cestas para fotografar em um estúdio que existia do outro lado da rua. Chegamos até lá e a senhora que atendia o estabelecimento ficou visivelmente incomodada com nossa presença. Ela estava conversando com uma outra mulher e não fez questão nenhuma de não mostrar sua insatisfação com a nossa entrada na loja.

Sem entender muito bem, chegamos até o balcão, nos apresentamos e dissemos o motivo de estarmos ali, queríamos só tirar foto de um de nossos produtos. Ela olhou com uma cara MUITO estranha para a cesta, olhando em seguida para nossos olhos. Sem entender muito, ela mexeu na cesta e perguntou se era isso que vendíamos ali, na “casa da faixa”.

Minha mãe estranhou muito a situação e perguntou para ela o motivo da estranheza, se havia alguma problema com toda a situação. A fotógrafa, meio envergonhada, olhou para a amiga e respondeu para nós, com uma cara de quem estava nos ofendendo mas sem querer. Com a inocência de uma criança nos olhos ela nos perguntou “Aquilo ali não é um termas?”.

Por muito tempo minha mãe e eu ficamos nos olhando, tentando entender o porque dessa afirmação. Levando em consideração os olhares que a faixa recebia, era curioso ver que era esse tipo de cliente que estávamos atraindo para nosso empreendimento mega familiar. Sem entender muito bem, olhamos de volta para nossa casa e apreciamos por uns minutos a faixa presa na frente de nossa humilde residência. Não fazia muito sentido, tudo que tinha escrito na faixa era “Bu-Cestas – cestas de café da manhã“.

Até hoje não entendo o motivo das pessoas acharem que aquilo lá era um termas.

Anúncios

4 comentários

  1. “@BorgesGui Deu um pequeno erro no seu comentário lá no blog e tive que fazer uma edição. Espero que não se importe.” by @vanguedes

    Carente de elogio e editou meu comentário, não precisava fazer isso era só pedir amigo que te dava essa moral pra vc ficar feliz.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s