Post de Inauguração

Começar um blog é uma tarefa difícil. Principalmente se você já teve essa experiência antes e ela não deu certo. Sempre vai ficar um gostinho de “isso vai dar errado” na boca. Mas aí você para e pensa: O que eu tenho a perder? – Além de Tempo? – Nada.

Escrever é uma arte e poucas pessoas a utilizam da melhor forma. Alguns são jornalistas, outros escrevem livros, alguns criam blogs e alguns, de todos os menos afortunados, escrevem roteiro para o Zorra Total.
Eu já gostava de escrever desde antes de saber ler. Sempre arrisquei dar meus primeiros traços, inventar minhas próprias histórias (seja envolvendo galinhas ou bonecos de diferentes coleções) e até mesmo conversar com objetos inanimados (o que alguns chamam de esquizofrenia).
As histórias são de minha autoria, a maioria comigo mesmo participando, portanto não espere imparcialidade ou realidade. Dentro da minha cabeça as histórias podem realmente funcionar do jeito que vou relatá-las, mas não quer dizer que aquela seja a verdade. Cabe a você, sábio leitor, distinguir a realidade da invenção, afinal se você gosta de ler, deve saber que todo bom livro conta com a participação do leitor, ou no final teremos muitos espectadores de Zorra Total rindo de bundas esfregadas contra as câmeras.
Informações úteis que eu posso dar sobre mim são apenas aquelas que vocês acabarão sabendo invariavelmente, então vou deixar para revelar os grandes segredos sobre mim quando for a hora certa. Até lá vocês vão aprendendo de pouquinho em pouquinho para saberem se vale a pena ficar acompanhado a história. Se eu soltar tudo de uma vez, o que vai fazer você voltar aqui? Logo, aguardo sua visita mais vezes.
Em contrapartida, não posso deixar vocês totalmente no escuro. Preciso oferecer alguma informação que te faça crer que posso realmente entreter alguns minutos do seu dia lendo isso, então lá vai: Sou designer gráfico, fiz artes marciais durante pequenos período da minha vida; sou aficcionado em videogames e em filmes; adoro música e adoro reuniões em família. Eu sei que não é nada animador e digno de atenção, mas como ler sobre a vida e desgraça alheia é sempre divertido, então conto com a curiosidade e morbidez de vocês para voltarem aqui.
Com estas pequenas informações e esperando que você tenha se identificado por alguma delas, eu fico por aqui desejando a todos um bom dia e um belo “Volte sempre”. Atendemos bem para atendermos sempre, exceto pelo fato de que não vou te atender e nem garanto que seja “bem”, mas prometo fazer o melhor possível.
Ah, já ia me esquecendo do mais importante: Meu nome é Vinícius Guedes, mas pode me chamar de Vanguedes, é muito mais prático.

Anúncios

3 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s